Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

A mais longa viagem de combio do mundo

Mäyjo, 13.01.17

A China enviou.jpg

A China enviou o seu primeiro comboio de carga para Londres, no início da semana, no que é considerada uma das viagens mais longas de comboio do mundo.

 

A viagem vai demorar duas semanas e meia para percorrer uma distância de 12 mil km.

 

O comboio é parte da visão do presidente chinês Xi Jinping para "One Belt, One Road" - apelidado por alguns como a nova rota da seda. É uma iniciativa de infraestruturas da China, para melhorar os laços económicos do país com a Europa, Ásia e Oriente Médio.

 

 

Acordo de Livre Comércio UE - EUA

Mäyjo, 10.09.15

A UE pretende estabelecer um tratado de livre comércio com os EUA que ao abolir as barreiras não alfandegárias e ao uniformizar os padrões de produção e consumo, levará à destruição do Estado de Direito, dos direitos económicos, sociais e culturais, do clima e do meio ambiente, ao conceder poder excessivo às grandes multinacionais e aos limites que imporá à soberania dos Estados de legislarem num sentido favorável ao interesse público: o de todos nós.

Saiba mais sobre o que está em causa aqui.

Ignorar é uma opção, mas está longe de ser a m

 

 

Ignorar é uma opção, mas está longe de ser a melhor solução!

EUA: produtos sustentáveis representam 15% das vendas totais do retalho

Mäyjo, 26.03.15

EUA: produtos sustentáveis representam 15% das vendas totais do retalho

As marcas rotuladas como orgânicas, naturais, ecológicas e de comércio justo já não são um nicho de mercado nos sectores da alimentação, produtos de higiene pessoal e para a casa. Estes produtos imiscuíram-se progressivamente no retalho generalista e conquistaram uma quota de mercado considerável. Actualmente, estes produtos que apelam ao “consumo responsável” representam uma importante área de crescimento rentável.

Uma análise do Boston Consulting Group e Information Resources analisou todas as cadeias de retalho norte-americanas e concluiu que a venda dos produtos mais “responsáveis” representa 15% das vendas totais de todas as cadeias, com as vendas dos mesmos a aumentarem a um ritmo anual de 9% nos últimos três anos – o que representa 70% do crescimento total.

As consultoras esperam ainda que a mesma tendência se verifique noutros mercados desenvolvidos. Estudos de mercado apontam também para um crescimento futuro, com a maioria dos consumidores a indicar a intenção de comprar mais destes produtos.

Contudo, não vão os produtos mais sustentáveis das grandes marcas que vão experienciar um aumento nas vendas, mas sim os produtos de marcas especializadas. As grandes marcas carecem ou não possuem mesmo produtos deste género, aponta a consultora.

Recorde-se que vários gestores portugueses debateram, esta semana, o consumo sustentável. O Green Savers esteve lá e trouxe-lhe as principais conclusões.

Foto:  Glory Foods / Creative Commons

Banana orgânica produzida no Peru conquista o mercado da União Europeia

Mäyjo, 28.02.15

1306503734042.jpg

"Considero que os produtores de banana orgânica no Peru são uns dos que conseguiram alcançar maior sucesso dentro do Programa Europeu Euro Eco Trade, mais precisamente através do Projecto Probanano que é da responsabilidade da ONG Oikos", foram palavras ditas por Irene Horejs.


A embaixadora da União Europeia no Peru reconheceu a qualidade da banana orgânica considerando-a um produto de sucesso e revelou que a exportação de bananas peruanas para o mercado europeu tem vindo a crescer de uma forma significativa. Reconhece também que o aumento das exportações só se tem vindo a verificar devido ao trabalho realizado por cerca de 6 mil produtores de banana orgânica na vila Valle del Chira, na província de Sullana, no Peru.

1897855_576353739160763_7066980560434488585_n.jpg

Isto é motivo de grande orgulho para a Oikos, que desde 2010 trabalha no apoio à produção e comercialização de banana orgânica no Peru. Este projeto em concreto – Probanano -, financiado pela União Europeia, propõe-se a melhorar a qualidade de vida e reduzir a pobreza dos produtores, trabalhadores e comunidades da região de Piura através do desenvolvimento sustentável do sector bananeiro. Tem-se vindo a ampliar a escala de produção de banana e aumentar a cadeia de valor permitindo o acesso ao mercado nacional e internacional, o que proporciona um aumento de rendimentos e uma maior estabilidade para milhares de famílias de produtores.

A embaixadora Irene Horejs assinalou ainda que a banana orgânica peruana cumpre todos os standards ambientais, sociais e laborais que o mercado estrangeiro solicita. Acrescentou que é importante um programa que respeite as questões ambientais e que esse trabalho está a ser concretizado neste projeto. "Estamos a trabalhar com os produtores orgânicos para um melhor uso da água, do solo e do tratamento dos resíduos sólidos, e os resultados estão no processo de produção das bananas".

Também Willy Paredes, coordenador deste projeto da Oikos no Peru, observou que "os principais apoios da União Europeia para as exportações agrícolas peruanas são o Tratado do Comércio, o Programa Euro Eco Trade e o Projecto Probanano. A produção e exportação de bananas orgânicas estão a melhorar a vida de 11.000 famílias, produtores, funcionários e pessoas ligadas ao ramo".

Estas declarações foram feitas durante uma visita de cortesia ao Presidente Regional, Reynaldo Hilbck Guzmán, que não deixou de referir a possibilidade de se concretizarem parcerias público-privadas para, por exemplo, reutilização de águas residuais e fortalecimento de relações com outros países que tem vindo a resultar em cadeias de produção de banana, cacau e outros. 

Na imprensa peruana as notícias surgiram na televisão, em vários jornais e sites de referências. Consulte aqui

 

Fonte: http://newsletter.oikos.pt/v/5Le36bGe1P2e19-3-b7bb3